Meta para os treinos

Ao se matricular em uma academia, é comum que a maioria das pessoas tenha um objetivo estético em mente, além de ter uma vida mais saudável. Os objetivos mais comuns são: emagrecer, definir os músculos ou ganhar massa muscular. Observe que essas metas são diferentes e, portanto, não se pode esperar que o mesmo treino de academia funcione para alcançar todas elas.

É preciso que você tenha em mente onde deseja chegar com a sua rotina de exercícios e entenda o que é preciso fazer para conseguir isso, pois a alimentação também será um fator fundamental. O que irá te orientar nessa busca? A sua ficha de avaliação física e a instrução de um bom profissional. Mas, aqui, nós já vamos te dar uma prévia sobre os diferentes caminhos para cada um desses objetivos.

1. Objetivo de treino de academia: Emagrecer

Como me alimentar?

Não existe uma fórmula mágica para emagrecer como sugerem algumas “propagandas”. A verdade é que, como cada corpo funciona de um jeito, quem melhor poderá te auxiliar na definição de uma forma eficiente de emagrecer no que se refere à alimentação será um nutricionista. O que é certo nesse caso é que você precisa consumir menos calorias e gastar mais, mantendo a nutrição e hidratação necessárias para que o seu corpo funcione.

Geralmente, você precisa consumir proteínas, fibras, vitaminas e outros nutrientes, evitar gorduras ruins e alimentos que demoram a ser processados pelo organismo e se alimentar com refeições pequenas em espaços de tempos mais curtos, como de três em três horas, para que seu metabolismo permaneça sempre ativo.

Qual o melhor treino de academia para emagrecer?

Os treinos de academia mais indicados para emagrecer são os aeróbicos, que aumentam a frequência cardíaca e queimam mais calorias, como as caminhadas intensas, corrida, natação, spinning, zumba, lutas e esteira.

2. Principal meta: Definir músculos

Como me alimentar?

A alimentação para definição muscular, assim como no caso do emagrecimento, também vai depender de como está sua situação atual. De um modo geral, as dicas são as mesmas, com a diferença que, se você quer apenas manter a massa e não emagrecer, em vez de gastar mais calorias do que consome, deve buscar equilibrar o gasto e o consumo de calorias.

Qual o melhor treino de academia para definir minha musculatura?

Quem quer apenas definir a musculatura, sem necessariamente ganhar massa, deve priorizar os exercícios voltados para a resistência e força, sempre associados com exercícios aeróbios. Deve-se atentar aos períodos de pausa para evitar perder massa magra. É interessante lembrar que toda pessoa que deseja emagrecer deve ter em paralelo a meta de definição muscular, pois isso fará com que o emagrecimento seja mais efetivo.

3. Quero ganhar massa muscular

Como devo me alimentar?

Quem deseja ganhar massa muscular precisa ter cuidado redobrado com a alimentação, pois é preciso, simultaneamente, perder gordura e ganhar massa magra. Isto é: você jamais deve se entupir de coisas que engordam achando que com o exercício físico a gordura vai virar músculo! A palavra-chave na alimentação de quem deseja cultivar os músculos é proteína, mas com o cuidado de não exagerar. Lembre-se também que o corpo precisa de carboidratos para gerar energia. No mais, um acompanhamento nutricional profissional é sempre uma indicação.

Qual o melhor treino de academia para ganhar massa muscular?

Treinos de academia para o ganho de massa muscular exigem dedicação e paciência. O processo é gradual e demanda respeito aos períodos de pausa para que o músculo se recupere e finalize, com chave de ouro, o trabalho iniciado no treino. Alguns dos exercícios mais comuns para esse objetivo são: agachamento livre, levantamento terra, barra fixa, paralela, supino reto, remada curvada e desenvolvimento.

Percebeu o quanto as coisas mudam de acordo com cada objetivo? Mais do que isso, é preciso também entender que as suas metas devem ser realistas e levar em conta como o seu corpo funciona, quais são os seus limites e agir de acordo com isso. Ser organizado e disciplinado é sempre uma constante.

Uma das informações necessárias para estabelecer ações assertivas em direção ao seu objetivo é conhecer o seu percentual de gordura.

Como criar o treinamento perfeito: alinhando metas de treinamento com objetivos de negócios

Um programa de treinamento que resulta em funcionários mais sábios, felizes e leais pode ser considerado bem-sucedido, certo? Mas e se esses funcionários aprendessem com sucesso um monte de habilidades que não contribuem em nada para sua produtividade ou para os objetivos estratégicos da organização? E se eles forem mais sábios e felizes, mas não estiverem melhor equipados para aproximar a organização de sua visão?

Aqui está a coisa. O treinamento perfeito não é apenas sobre o funcionário. É também sobre as necessidades da organização. Treinamento perfeito é onde as metas de treinamento atendem aos objetivos de negócios em um tipo de situação em que todos ganham. Então, como você cria o treinamento perfeito?

A estratégia de sete etapas para alinhar metas de treinamento com objetivos de negócios

Alinhar o treinamento às necessidades do negócio tem um impacto positivo na organização. E quanto melhor a organização, mais seus funcionários se beneficiam de um emprego estável, bônus de final de ano e oportunidades de progressão na carreira. Felizmente, tudo isso pode ser realizado com uma estratégia de sete etapas, enxágue e repita. Quase tão fácil quanto 1-2-3!

Etapa 1: definir o futuro

O passado é o passado, mas o futuro? Oh, o futuro é algo sobre o qual você tem poder. Essa estratégia começa focando na visão, missão e objetivos que tornam o futuro do seu negócio emocionante.

Você pretende reduzir pela metade o tempo de produção? Dobrar sua base de clientes? Ou talvez você queira expandir as operações para pelo menos mais duas cidades antes do final do ano?Quaisquer que sejam seus objetivos de negócios, defina-os de forma clara e inteligente . Quanto menos ambíguos forem, mais fáceis serão para medir.

Etapa 2: encontre as lacunas

A seguir, você descobrirá o desempenho (ou não tão bem) de seus funcionários de acordo com essas metas de negócios. Esse processo é geralmente chamado de análise de necessidades de treinamento (TNA).

Os funcionários têm as habilidades, conhecimentos e habilidades (KSAs) certos para alcançar a visão da organização? Se não, o que eles estão perdendo? E quão apropriados têm sido os programas de treinamento existentes no desenvolvimento dos KSAs necessários para atingir as metas de negócios?

Depois de identificar as lacunas, você saberá quais são as suas metas de treinamento e objetivos de desenvolvimento.

Etapa 3: Definir objetivos estratégicos de desenvolvimento

Esta etapa é sobre definir objetivos de treinamento e desenvolvimento para preencher as lacunas identificadas na Etapa 2. Aqui, o foco deve estar no desenvolvimento de objetivos de treinamento que levem os funcionários a aprender os KSAs necessários para alcançar a visão de negócios.

Portanto, se seu objetivo de negócios é reduzir o tempo de produção, suas metas de aprendizado e desenvolvimento provavelmente se relacionariam com a equipe com qualificação superior para usar máquinas com mais eficiência e gerenciar seu tempo com mais eficiência.

Etapa 4: Comunicar o objetivo e os objetivos do treinamento

A essa altura, você já entende completamente o objetivo do treinamento e como a sua conclusão ajudará os funcionários a alcançar os objetivos e a visão dos negócios. A questão é, eles fazem?

Estudos descobriram que apenas 12% dos funcionários realmente aplicam suas novas habilidades desde o treinamento no local de trabalho. Há uma boa chance de que os outros 88% não apliquem suas novas habilidades porque não entendem como contribuirão para os objetivos da organização.

É por isso que é tão importante comunicar claramente o objetivo do treinamento, como a conclusão do treinamento ajuda a empresa a atingir seus objetivos de aprendizado e desenvolvimento e como isso aproxima a organização de sua visão de longo prazo.

Etapa 5: forneça o treinamento perfeito

Inicie o rolo de bateria, porque chegou a hora de oferecer um treinamento que você pode ter certeza de que beneficiará os funcionários e os negócios. Mas ainda não é hora de relaxar. Porque o seu treinamento precisa ser atraente, acessível, conveniente e adequado ao seu público-alvo, se for eficaz.

Dependendo de quem você está treinando e de quais habilidades e conhecimentos eles precisam aprender, você pode considerar o eLearning. Com a ajuda de um poderoso Sistema de Gerenciamento de Aprendizado (LMS), você pode personalizar o conteúdo, o design e a entrega do aprendizado, de acordo com seus alunos.

Os alunos poderão acessar pequenos blocos de aprendizado, como infográficos e vídeos curtos, via celular. Isso significa aprender o que eles precisam, quando precisam, bem a tempo!

Etapa 6: apoiar novas aprendizagens no local de trabalho

Após a conclusão do treinamento, seus funcionários ficarão animados para testar seus novos conhecimentos e habilidades encontrados no local de trabalho. Mas se seus colegas e gerentes não apóiam esses novos comportamentos, você pode ter certeza de que os funcionários voltarão à velha maneira de fazer as coisas.

Portanto, para que o treinamento tenha um impacto duradouro na consecução dos objetivos de aprendizado e desenvolvimento, crie uma cultura no local de trabalho que ofereça suporte ao aprendizado contínuo .Dos níveis de liderança e abaixo, deve haver um incentivo ativo para os funcionários praticarem suas habilidades no local de trabalho.

Etapa 7: medir e repetir

Dizem que Benjamin Franklin acreditava firmemente na aprendizagem ao longo da vida e disse certa vez que “um investimento em conhecimento paga o melhor interesse”. Então, como você mede esse interesse?

Medir o retorno do investimento em treinamento envolve vários critérios, como taxas de conclusão do treinamento, feedback do aluno, desempenho no treinamento. Mas tudo isso está ligado ao próprio aprendizado.

Dê um passo à frente na medição, retornando às metas comerciais da SMART e aos objetivos de desempenho dos funcionários. Avalie a mudança ou melhoria no desempenho dos funcionários, o quanto a empresa está mais próxima de alcançar seus objetivos estratégicos. Depois, pensando nas áreas de melhoria, retorne à Etapa 1!Deseja mergulhar mais fundo?

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre a definição de metas de treinamento compatíveis com os objetivos de negócios, consulte estes recursos adicionais:

Qual é o objetivo? Os principais objetivos do treinamento e desenvolvimento em uma organização

Diferentes programas de treinamento precisam obter resultados diferentes e geralmente têm tipos diferentes de objetivos de aprendizado , como:

  • Cognitivo
  • Psicomotor
  • Afetivo e
  • Social

Compreender os motivos por trás do seu treinamento o ajudará a comunicar melhor seus objetivos de desenvolvimento na Etapa 4 da sua estratégia. Os principais exemplos de objetivos de aprendizado e desenvolvimento incluem:

  • Adquirir novos conhecimentos ou informações que ajudem os funcionários a fazer um trabalho bem
  • Para aprender habilidades físicas, como usar máquinas físicas de forma rápida e eficiente
  • Influenciar as atitudes e percepções dos funcionários em relação à aprendizagem ou mudança organizacional
  • Desenvolver habilidades sociais, como liderança ou trabalho em equipe

Qualquer que seja o motivo do seu treinamento, é importante que você defina metas de treinamento fáceis de medir, relevantes para os objetivos de negócios e realistas para alcançar. Se você precisar de ajuda extra para definir objetivos realistas de treinamento,

Exemplos de metas e objetivos de treinamento

Mencionamos anteriormente que as metas de negócios devem ser SMART. Isso é específico, mensurável, atingível, relevante e com prazo determinado. Bem, as metas de treinamento que você definiu na Etapa 3 da sua estratégia também devem ser SMART. Caso contrário, seu treinamento não será perfeito.

Sabemos que mostrar é geralmente melhor do que dizer; portanto, aqui estão alguns exemplos de metas de treinamento SMART que se alinham ao objetivo hipotético de negócios para reduzir pela metade o tempo de produção.

  1. Capacitar o gerente de operações a aumentar a eficiência da linha de produção e reduzir o tempo de produção em 25% nos próximos 6 meses.
  2. Treine a equipe de produção no manuseio e operação de máquinas para reduzir o tempo de produção em 25% nos próximos 6 meses.

Ambas as metas de treinamento são específicas (eficiência da linha de produção e manuseio de máquinas), mensuráveis ​​(25%), atingíveis (possíveis de serem realizadas por meio de treinamento), relevantes (que suportam o objetivo do negócio) e com prazo (6 meses).

Pronto para criar o treinamento perfeito?